O que é considerado plágio e o que não é? Às vezes é difícil determinar se alguma coisa pode ser considerada plágio. No entanto, isso não muda o fato de que cometer plágio é uma forma de fraude e é, portanto, uma infração punível. Quando sua universidade descobre que você cometeu plágio, você corre o risco de reprovar na matéria ou até mesmo ser expulso.

Definição de plágio

O plágio ocorre quando os autores, com ou sem intenção, apresentam um trabalho como se fosse de sua autoria, mas que não é originalmente deles. O plágio é uma violação da propriedade intelectual de outra pessoa. A maior parte das universidades têm suas próprias declarações que definem o plágio. Veja alguns exemplos abaixo.

PUC-Rio

“Plágio não é somente a cópia fiel e não autorizada da obra de outra pessoa −seja ela artística, literária ou científica. É também, e mais comumente, a cópia “da essência criadora sob veste ou forma diferente” (pg. 65 JOA), isto é, a apropriação indevida da produção de outrem mascarada por um modo distinto de escrever ou pela versão para outro idioma, entre várias possibilidades.”
Fonte: Pontífica Universidade Católica do Rio de Janeiro.

UFRGS

“Considera-se plágio quando uma pessoa se apropria e utiliza dados ou informações de outro pesquisador sem atribuir-lhe a autoria.”
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

UFF

“O plágio acadêmico se configura quando um aluno retira, seja de livros ou da Internet, ideias, conceitos ou frases de outro autor (que as formulou e as publicou), sem lhe dar o devido crédito, sem citá-lo como fonte de pesquisa.”
Fonte: Universidade Federal Fluminense.

Quais atividades se enquadram no âmbito de plágio?

Plágio não é só copiar e colar o trabalho de outra pessoa. A tradução ou a paráfrase de textos usando sinônimos é considerado plágio, assim como escrever uma teoria existente nas suas próprias palavras sem referir a fonte. De forma mais simples, usar a ideia de outra pessoa sem o devido reconhecimento à propriedade de sua ideia é plágio.

Evitando o plágio (não intencional)

É importante que você trabalhe em uma forma estruturada. Faça questão de salvar logo no início todas as fontes que você vai usar. Além disso, cite e parafraseie de forma correta e use sempre o estilo de referência correto ao citar o trabalho de outra pessoa. Só assim você pode facilmente evitar o plágio.

Verificação anti-plágio

Cada vez mais, as universidades usam programas para detectar plágio. Seu documento é verificado com um desses programas anti-plágio assim que você entrega um ensaio ou uma tese.

Um detector anti-plágio bem conhecido é o Turnitin, em que o Ephorus faz parte. O Ephorus verifica o seu trabalho acadêmico em busca de traços de plágio comparando seu conteúdo com outras teses, textos acadêmicos e outros textos na internet.

Naturalmente, é bem desagradável ter que sofrer as consequências de ter cometido plágio não intencional. No entanto, isso pode ser facilmente evitado. Agora você pode enviar seu documento para verificar sua originalidade usando o nosso detector de plágio. Ao usar o banco de dados Ephorus, a verificação o ajuda a determinar se você cometeu plágio.

Vá para o Detector de plágio

Esse artigo é construtivo?

Mais artigos interessantes